sexta-feira, 21 de agosto de 2009

O QUE INCOMODA


É amor é paixão, sei lá o que
Definir não posso, dá dor de barriga
Mas, gosto de sentir, de entrar nessa briga
E rolar nesse chão tão duro que é você.
É vontade de chupar pirulito, comer pé de moleque,
Saltar de paraquedas ou voar de asa delta.
Brincar de esconde-esconde, caçar periquito
Ou ter um pé de atleta.
Deve ser incesto,coisa de irmã para irmão
Ou portinha de venda lá do interior...
Talvez seja esse riso idiota, amor
Talvez seja essa cara de besta, paixão !!!

Dorothy de Castro(Do livro Orgasmo Poético)

1 comentários:

Poetano disse...

Esse conheço muito bem, e adoro o poema mas o sentimento é duro heim...mas a saudade transforma tudo em poesia!beijos saudosos!

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute