quinta-feira, 13 de julho de 2017








O QUE ME FAZ AMAR-TE

                   (CARTA EM VERSOS DE AMOR)


O que me faz te amar
É uma película de luz que te envolve
Em meus pensamentos
E que te faz, de todas, a mais bela
É isso que te faz a mais iluminada...
É isso que me faz te ama.

                              Quero tocar nesta noite , a tua voz macia
                               A tua rouca voz.
                                E tê-la junto ao peito...

Eu quero, dentro de ti, perder-me
Em nós, beijar-te.
Eu quero, doentiamente, ver-te.
Em mim, prender-te,
Armazenar-te.

                              Eu quero poder amar-te
                               Alem das águas
                               Deste rio que nos separa.

Sorver-te como a terra sorve
O céu que se precipitara.

                              Eu quero simplesmente amar-te
                               Amar-te como ninguém jamais te amara.

(Thiago Sogayar Bechara)

                           
                                 


quinta-feira, 29 de junho de 2017

MEU PÉ




Meu pé direito,
branco, estreito,
pé quebrado,
esmagado por
um pé de chumbo...
Pé hermético
diabético...
Pé que já foi
um pé de boi,
trabalhador...
pé que cruzou
na cintura do amor,
Meu pé no chão,
que já sambou,
e caminhou...
Pé na faixa,
que se acha,
um grande pé,
mas é pequeno,
um 35 ou menos,
um pé de gueixa,
que já se queixa,
a falta do esmalte,
vermelho escarlate...
nas unhas brancas.
Meu pé que a mão
de Deus Nosso Senhor,
acaricia todos os dias
com seu amor!

Dorothy de Castro.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

CUIDA-ME SENHOR!






Busco-te ó Deus da natureza viva
antes que a morte venha aqui buscar-me
tenho segredos feios pra contar-te
talvez nem queiras mais saber de mim...

Mas se me ouvires Senhor tenho certeza
que hás de perdoar-me pois quem sabe
verás minha humildade em confissão
ouça o que venho revelar-te então...

Plantei o que me deste pra plantar
arregacei as mangas e lutei
os inimigos perdoei tu sabes...

Não fui melhor que outros filhos teus
criei os filhos que me deste em vida
cuida-me agora meu senhor meu Deus!


Dorothy de Castro







ESTAR CONTIGO

Com Você (estar Com Você)

Com você
Eu vejo o sol que "enche" minha janela
E não quero te acordar ainda
Gosto de ver sua nudez

Com você
Minha cama se encheu de carícias
Ainda há vestígios de paixão, sem paz
Que domina os meus sentidos e me liga para você
Para sempre

Estar com você
É chegar para você sem palavras
Nosso amor também existe no silêncio
O sentimos ao nos olharmos

Estar com você
É preencher cada minuto com meus beijos
É usar os meus sentimentos de desejo
É te amar dia a dia mais e mais

Com você
A noite já vai cobrindo
Nossos corpos
Ainda estamos pele com pele, unidos
E assim sempre estarei, contigo

Com Você (estar Com Você)

Com você
Eu vejo o sol que "enche" minha janela
E não quero te acordar ainda
Gosto de ver sua nudez

Com você
Minha cama se encheu de carícias
Ainda há vestígios de paixão, sem paz
Que domina os meus sentidos e me liga para você
Para sempre

Estar com você
É chegar para você sem palavras
Nosso amor também existe no silêncio
O sentimos ao nos olharmos

Estar com você
É preencher cada minuto com meus beijos
É usar os meus sentimentos de desejo
É te amar dia a dia mais e mais

Com você
A noite já vai cobrindo
Nossos corpos
Ainda estamos pele com pele, unidos
E assim sempre estarei, contigo

(luis Miguel



segunda-feira, 17 de abril de 2017

BALLA COMO SE NESSUNO TE GUARDASSE"

quarta-feira, 12 de abril de 2017

"NESTE MAR DE AMOR"

Estou olhando seus olhos,
estou olhando...
Quase esquecida estou,
de tantas dores...

Aqui e agora,
nessa mesma hora...
sentindo a paz do amor,
És meu poeta...

O meu cantor eterno,
temos reinado nessa escravidão,
Somos o rio e a estrada
que caminha...

Irei contigo e seremos pares,
à passear sob o clarão da lua,
te sentirei como um presente meu,
seja o que for, seja o meu amor...

O que queremos ser,
no sopro desse vento,
na alvura que ofereço,
seus braços me envolvendo...

E nos faremos livres,
qual sonho que já temos,
de alegria rara de fantasia
plena, na harmonia doce...

Onde és meu homem, 
pai, amigo e filho 
da ternura, aquele que me tem,
maior amor...

Irei contigo e serás meu par,
O meu abrigo, meu melhor amigo,
Irás comigo, pra qualquer lugar,
E onde eu estiver,tu hás de estar..

Ah, meu amado, vem comigo,
ser o meu amigo
serás meu barco ,
"e neste mar de amor"...

Serás a vela ,
que há de conduzir-me,
onde a tristeza não existirá,
Porque amor, tu estarás em mim!

Dorothy de Castro 


quarta-feira, 15 de março de 2017

HORA DO AMOR



"Ele me chama pra fazer amor,
e tem que ser agora, naquela
horinha de Deus, depois....
a gente se fala, ou se cala 
se preciso for...por ora é só,
ele tem pressa de fazer amor!"

Dorothy de Castro


quarta-feira, 8 de março de 2017

EU ... MULHER!



Descubro em mim, admirável  força,
que não sabia existir ainda,
mas, existe... Embora triste eu seja,
a vida perdoando...Eu mulher!

Carrego as dores que escrevo em versos,
e ofereço à quem careça ler...
invejo a sina de quem tem o amor,
desejos ardejando...Eu mulher!

Relembro dele mil promessas loucas,
delírios juvenis fáceis de ter,
embora fossem ilusões viris,
seu corpo brasa ardendo...Eu mulher!

Atenta escuto agora o que me diz,
a vida mentirosa, a falsa vida,
que me fará seguir inconformada,
mulher de quem quiser...mulher,
mulher...Eu mulher!


Dorothy de Castro



segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

ENLEVAR-SE...




...Depois de chegadas e partidas,
depois de adeuses e retornos,
depois disso, se racionalizar?
reconhecer erros primários?

E essa química que é física
e psíquica, como é que fica?
nossas alterações cerebrais,
pedindo sempre e sempre mais...

E dá pra gente escolher, entre
ter razão e se jogar? Não dá...
o desapego não rola, lembranças
acontecem, funcionam como drogas...

E nossa dependência química,
amorosa, faz parte da paixão...
é biológica, fisiológica e como for,
detectada, é extremamente amor!

Dorothy de Castro
Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute