quinta-feira, 11 de outubro de 2012

EL ULTIMO AMOR




No peito de um poeta eu planto,
Meu ultimo suspiro por amor...
O derradeiro beijo o acalanto,
Do encanto excitante d'uma flor...

No mago olhar que me acende,
As fantasias tua, minha, nossas
Viagens que somente um entende,
Nos versos com  que tanto me remoças...

Saibas que és o ultimo guerreiro,
A tua espada ergues em defesa,
Do que supões em mim ser a beleza...

És meu soldado amado cuja lira,
Despejas em meu corpo e me revira,
Ultimo amor e meu amor primeiro!...


Dorothy de Castro...ESCRITO COM BATOM


1 comentários:

evandro junior disse...

Que versar bonito inspirado por tal grandeza de talento! Deus abençoe e cubra de muitos bons momentos tua vida, pra que convertas tudo em versos tão bonitos quanto

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute