sábado, 11 de fevereiro de 2012

OSSOS DO OFÍCIO

EU SÍNDROME DE PINÓCCHIA?
MENTIROSA DA PARÓQUIA?
NÃO QUERES NADA COMIGO,
PENSANDO EM MINHA MENTIRA...
EU NÃO MINTO MEU AMIGO,
SÃO COISAS DA MINHA LIRA...
FAZ LAVAGEM CEREBRAL,
NESSA TUA CABECINHA,
E VÊ QUE NÃO FAÇO MAL,
NEM À UMA FORMIGUINHA...
E DEPOIS TENHO PRINCÍPIOS,
MENTI, MAS ERA INVENÇÃO,
COISA RUIM, OSSOS DO OFICIO...
MUDA A TUA OPINIÃO,
SAIA DO ARROZ COM FEIJÃO...
PINTO E BORDO ISSO É VERDADE,
E ESCREVO FAZENDO AMOR...
RIMO  BEIJO COM DESEJO,
AMIZADE COM SAUDADE...
FAZ TEMPO QUE NÃO TE VEJO,
VEM ME AMAR MEU BEIJA FLOR!...


DOROTHY DE CASTRO











2 comentários:

Gil Ordonio disse...

Dorothy minha querida, achei maravilhoso... O importante é afirmar sem medo de errar...Amar não apenas pensar... Sentir... Longe do fingir.
Continue nos dando o prazer de nos maravilharmos com o que é belo.
Beijos em teu coração

evandro junior disse...

Lindo, com certeza, amiga, trata-se de uma poeta como poucas, parabéns a ela. Não canso de ler e admirar seus escritos.

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute