domingo, 5 de fevereiro de 2017

GRITOS DE AMOR





Pedir à Deus que me renove a alma
que arranque do meu peito a solidão
que de andarilha já não tenha os passos
e outros braços não me busquem em vão...

Pedir aos céus que em presumidos voos
gaivotas passem rentes como antes
num desenhar de belas bailarinas
e tragam mais amor para os amantes...


Pedir aos mil fantasmas que me rondam
que afastem tantos beijos que imagino
respeitem por favor a minha dor...

Pedir que essa loucura seja breve
e se não for pra longe então me leve
pra não ouvir os gritos desse amor!


Dorothy de Castro


3 comentários:

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Parabéns pelos belos versos de amor. Um feliz domingo

evandro junior disse...

Pedindo á própria poesia que te inspiras pensas em teu amor, e a abençoar-te a tua arte cria os versos com os quais tu me encantas. (EB)

Parabéns, poeta e musa.

Elton Sipião o Anjo das Letras disse...

Belos versos, onde a poeta deixa a sua alma falar alto ao coração de quem a lê!!! Parabéns, abraços poéticos.

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute