domingo, 26 de agosto de 2012

EM MIM OS GRILHÕES


Devo pedir-te amor

Esqueça os planos
Esqueça os anos
Se preciso for...

Porque amor
A especulação?
Porque o vazio
Dessa imensidão?

Tempo passado
Tempo vivido
Nos meus gemidos
Só grilhões plantados...

Venha ficar comigo
Amado venha
Já vejo o fogo
E o crepitar da lenha...

Me toma fresca
Em teus braços  fortes
Me beije a   boca 
Mas esqueça os anos !


Dorothy de  Castro                         Poesias Pontilhadas



1 comentários:

Gil Ordonio disse...

Minha amiga eu simplesmente amei... Belíssimo trabalho.

... Mas esqueça os anos!

Maravilhoso!!!

Beijos em teu coração

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute