sábado, 2 de abril de 2011

DECLARAÇÃO DE AMOR

Eu guardo dentro de mim
suas respostas...
Meu corpo é  ninho
para  te acolher...
Imaginando que sejas
passarinho,
Eu como sol querendo
te aquecer...
Você vai ter amor
todos os dias,
É só me ler amor,
nas entrelinhas...
Venha encostar
teu coração no meu,
Posso buscar estrelas
pra você...
Não quero a fama
de escrever poemas,
Quero somente
as tuas mãos nas minhas,
Sentir teus beijos,
teu tesão sentir,
Fogo nas veias
 antes tão serenas...
E eu preparada
pra te seduzir!!!

Dorothy de Castro Autora Orgasmo Poético

1 comentários:

evandro junior disse...

Ah, poesia, que nunca ninguém subestime a força que possuis, porque quando menos imaginarem, com versos tão armados de encanto apanharão até gigantes empedernidos de alma e coração.

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute