segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

A DAMA E O POETA

Sou dama triste à  te propor amor,
Oferecendo as mais diversas  frases,
Mesmo que ouças tantas mais sagases,
Me visto da mais  perfumada flor...

Meu corpo inflama pelos teus desejos,
Sou dama triste à te esperar, repara;
Que a minha boca clama por teus beijos,
Pelo contato com tua pele clara...

Eu quero a poesia escrita em versos,
Quero a loucura  dessa mente insana,
Que grita ao mundo todo que me ama...

 Se não for muito meu poeta,apenas
,Nessa paixão, eu quero a mais completa,
declaração de amor nos teus poemas!!!


Dorothy de Castro Autora OrgasmoPoético

0 comentários:

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute