quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

R E L A Ç Õ E S P E R I G O S A S

N
Nem tudo
que eu escondo aqui por dentro,
Há de durar por mil anos celestes,
A importância de pensar e revelar
Deixa entender, que o segredo
É sempre meu...
Tem a viagem recente no passado,
Tem o passado recente no presente...
Falta cumplicidade, fragiliza,
Existe o medo de não matar a fome
Do amor que dorme,
No quarto dos amantes...
Nem tudo isso,
Aqui dentro de mim,
Revela horas de transas
amorosas...
Porque não tem começo,
meio ou fim...
Só nossas relações,
Tão perigosas !!!

Dorothy de Castro-Autora de Orgasmo Poético

1 comentários:

Paulo Alvarenga Poetano disse...

lindoooooooooo adorei

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute