domingo, 6 de outubro de 2013

AQUI A MULHER




Deslisa nos meus ombros a alça do vestido...
Vermelho pano cetinoso e lindo...
Deixando à mostra meus seios pequeninos...

Me deito e espero pelas tuas mãos...
A luz é fraca, quase que apagada...
O Edredom escorregando ao chão...

Aqui tens a mulher que cobiçaste...
Venha pra perto de mim, te espero...
Através da cortina chega a lua...

A minha pele treme de desejos...
Chegaste amor, já ouço teu sussurro...
Veja, estou  nua...Me cubra só de beijos!


Dorothy de Castro

1 comentários:

evandro junior disse...

Passando para, como de costume, render minha admiração aos teus versos sempre lindos e inspirados, amiga poeta, parabéns.

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute