terça-feira, 3 de setembro de 2013

FURTA COR




Esse teu olho, que furta a cor
do meu, em noites inteiras...
Que me deixa sem graça as vezes.
Esse teu olho,
lembra um anjo da guarda...
Veja que as sardas do meu rosto,
estão mais claras... repara a tez,
das maçãs raras que não comeste...
Mas,lava e enxuga as rugas
Que me são caras...
Estás comigo, em mim e sim,
no meu umbigo e abaixo dele...
Esse teu olho de homem mau,
que tal ser o meu cajado?
Ser o meu guia minha alegria...
E nesse instante ser o amante,
o namorado... O apaixonado?
Esse teu olho...
Que furta a cor!

Dorothy de Castro


2 comentários:

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Belas postagens.... Amei estar aqui

evandro junior disse...

Passando para comentar a beleza desses versos, lindos versos, parabéns.

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute