domingo, 10 de março de 2013

TER RAZÃO OU SER FELIZ



Creio que a pele dela
Se arrepia quando pensa
No toque das minhas mãos...

Ela se inflama em desejos
Manda um punhado de beijos
Deposita em minha boca..

"Ter razão ou ser feliz?"
Sei lá o que'inda me resta
Vivemos os dois em festa...

Quando a língua ela deslisa
Pelos pelos do meu peito
Não tem jeito...Fico louco!


Dorothy de Castro..


1 comentários:

evandro junior disse...

Lindo poema esse a abordar o dilema da necessidade de ser feliz diante da razão a questionar cruel. Adorável o debruçar-se sobre o tema resumido em mais uma linda composição.

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute