terça-feira, 15 de janeiro de 2013

DE REPENTE...ELA



Se afaste de mim loucura
Sou pura saudade agora
E não demora o morrer...

Estive nos braços dela
Em febre amarela e azul
Deixei por ela o meu sul...

Quanto amor por seu prazer
Ter seus beijos mordiscados
O meu corpo rabiscado...

Pelos pincéis dos seus dedos
Quanto medo dessa louca
Quantos beijos nessa boca...

Se afaste de mim loucura
A ternura em mim flutua
E ela nua...E ela lua!

Dorothy de Castro...ESCRITO COM BATOM

0 comentários:

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute