terça-feira, 4 de dezembro de 2012

ASSOMBRO











ASSOMBRO

Não cabe em mim,
Nem em ti...
Mas quem sabe...
Se cabe no amor

Que temos...tão diferente
Dos amores dessa gente...
A minha carne suada,
A minha flor tão rosada...
O nosso gozo profundo...
"Vamos assombrar o mundo"...
Disseste um dia exaltado...
Ah, meu amado...Nós vamos!

Dorothy...ESCRITO COM BATOM

1 comentários:

evandro junior disse...

Acredito que dotado de uma causa, qualquer, deve todo esse lutar por ela. Falo como alguém pertencente a geração que é crente em sua força pra mudar o mundo, mesmo no grito. Gosto da minha geração.

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute