segunda-feira, 26 de novembro de 2012

FASCINAÇÃO DO SOL



Na palidez da madrugada,
Anseio o sol que irá nascer
daqui à pouco, êxtase louco...

Meus olhos à beber prazeres,
tão desejados...o beijo amado,
A língua em sobe e desce...

A voz  em aflição,inquietação,
Eu falo coisas que ele quer ouvir,
Preciso seduzir  pela paixão...

O olhar do seduzido indefinido,
Como se fosse raios amarelos,
D'algum sol posto em nossa direção...

Vi fascinada, que por mim ficava,
Numa ereção qual animal fogoso,
Beijou-me a boca pressentindo o gozo!


Dorothy de Castro....ESCRITO COM BATOM









2 comentários:

evandro junior disse...

Quando a palidez mágica e intensa da madrugada recebe seu amante sol com singular calor, um encontro de titãs bem acontece. E os dois se perdem um no outro. E nessa hora, em explosão de gozo impar vê-se um eclípse a encantar os olhos

Andre Luiz disse...

Lindo,intenso e enebriante poetar

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute