quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

MENTIROSA

Que é de a flor que trazias
no cabelo,
Que é de o amor da alma
e o desejo em pelo,
Que é de as palavras ditas
por desvelo,
Que alucinavam e tiravam
a calma?
Que é de a boca pintada
de vermelho,
E o beijo que fingias
dar no espelho,
E não na minha boca
que implorava...
Que é de mulher, os versos
tresloucados,
Que estes teus lábios
tão apaixonados,
Mentiam descarados
que me amavam!!!

Dorothy de Castro Autora Orgasmo Poético

0 comentários:

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute