terça-feira, 21 de dezembro de 2010

E NTEDIADO

Diz que não quer
mais falar de amor,
Nem de paixão,
então, então...
Está entediado,
se torna mudo,
Acaba tudo...
tudo derramado,
Até o sexo
fica esquecido...
interrompido,
Cada carinho,
beijinho...
Você não quer,
que solidão...
Mas eu entendo,
esqueço, aprendo,
Espero um verso teu,
te mando o meu...
E continuo aqui,
tua mulher...
Apaixonada e louca
de desejo,
Guardando a boca
à espera do teu beijo!!!

Dorothy de Castro- Autora Orgasmo Poético

0 comentários:

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute