quinta-feira, 4 de março de 2010

FARO AGUÇADO

COM O MEU FARO AGUÇADO
SINTO TEU CHEIRO DE MACHO,
HOMEM RUDE, SEM TRAMELA
ENTREGA TUDO QUE EU QUERO...
E PEÇO MUITO,
E TUDO INDA ACHO POUCO,
E SEI QUE PODES DAR MAIS...
AUDACIOSA,
SOU MULHER ESPARRAMADA
NO TEU PEITO, PENSAMENTO,
CONFUNDO ESTES TEUS NEURÔNIOS...
TE DEIXO LOUCO DE AMOR,
E SEM  PUDOR,
BUSCANDO O GOZO MAIOR...
TE QUERO ASSIM,
COMO HOMEM DAS CAVERNAS,
ENTERRADO TODO DIA,
NO MEIO DAS MINHAS PERNAS...
E FOI-SE O TEMPO,
EM QUE A MULHER NÃO DIZIA,
O QUE GOSTAVA OU QUERIA
SE POR CIMA OU SE POR BAIXO...
FARO AÇUÇADO,
SENTE O CHEIRO
DO SEU MACHO!!!

Dorothy de Castro- Autora Orgasmo Poético

1 comentários:

Polaka disse...

Adorei seu blog, Parabéns!
Um abraço

Célia.

Postar um comentário

Poesias Pontilhadas © 2008. Design by :Yanku Templates Sponsored by: Tutorial87 Commentcute